Resenha: o que você ainda não descobriu sobre como escrevê-las

Eaí Futuro Leitor? Você já leu a resenha do seu livro no jornal hoje? 

Sim? Não? Haha, brincadeira (ou não né, vai que você já é famoso kk)!

Mas, falando sério agora, você já deve ter visto nos jornais uma seção na qual existe toda uma programação relacionada a eventos cinematográficos, teatrais, shows artísticos, mostras culturais, passeios, dentre outros. 

E do ladinho dessa seção viu também aquela direcionada para a crítica, cujo objetivo do emissor é descrever sobre o objeto cultural, podendo referir-se a um livro, filme, peça teatral, CD, entre outros, com vistas a estimular ou não o leitor a apreciá-lo. 

Essa seção é chamada resenha! 

Provavelmente você teve de escrever uma na escola ou na faculdade. Nesses locais, elas são mais acadêmicas, exigem uma estrutura específica para o ambiente de pesquisa. 

Mas hoje eu quero tratar com você sobre a resenha, mas num ambiente mais literário ok? 

Vamos lá?

O que é resenha? 

ask blackboard chalk board chalkboard
Foto por Pixabay em Pexels.com

Como a grande maioria dos gêneros textuais, a resenha possui sua classificação e cada uma delas tem suas particularidades, mas de modo geral…

A Resenha é uma produção textual, na qual o autor faz uma descrição a respeito de obras, seja elas literárias, musicais, cinematográficas, teatrais ou também de acontecimentos culturais como, por exemplo, a Semana de Arte Moderna que ocorreu em 1922.

Possui o objetivo de apresentar a obra ou o acontecimento ao leitor. 

É uma síntese da obra. Quem a escreve deve apontar principais aspectos, contexto. 

Dessa forma, a análise feita guiará e convidará o leitor a querer saber mais sobre a produção ou não.

Como eu já te disse, a resenha possui uma classificação. Ela pode ser 

  • Descritiva ou;
  • Crítica.

Vou te apresentar cada uma delas. Vem comigo!

Resenha Descritiva 

A resenha descritiva, como o próprio nome já diz, tem por finalidade descrever as partes relevantes da obra,  além das circunstâncias que o envolvem. 

Ou seja, descrever o contexto, as principais características da obra, do enredo, da história em análise. 

Mas atenção!!!

Não é porque é uma resenha que esse gênero deve ter traços de opiniões e julgamentos acerca do texto analisado.

Na resenha descritiva, uma característica importante é que ela não pode apresentar opiniões e julgamentos, positivos ou negativos, de quem a escreveu.

Isso significa que ela deve  ter uma linguagem objetiva e impessoal.

Alguns pontos que podem ser considerados mínimos, recomendados para qualquer resenha descritiva são:

  • Título completo da obra;
  • Nome do autor (ou autores) da obra;
  • Número de páginas e do volume, se houver mais de um;
  • Em caso de obra estrangeira, é recomendado informar o idioma original e o nome do tradutor

Se o que está sendo descrito é um evento, ofereça informações como data, local, envolvidos, etc — além da descrição dos fatos ocorridos.

Além desses aspectos citados, você tem de fazer um resumo objetivo do conteúdo, os dados básicos já citados ainda pode incluir uma descrição sucinta da estrutura, como capítulos, índices, etc.

O resumo pode conter o assunto geral da obra, o ponto de vista e a perspectiva, adotados pelo autor, o gênero, a linguagem, entre outras coisas que forem consideradas importantes.

Resenha Crítica

Nesse tipo de resenha o conteúdo é um pouco mais detalhado do que na resenha descritiva.

Segundo Lakatos e Marconi, (1996, p. 90) a: 

“Resenha crítica é uma descrição minuciosa que compreende certo número de fatos: é a apresentação do conteúdo de uma obra. Consiste na leitura, resumo, na crítica e na formulação de um conceito de valor do livro feitos pelo resenhista. A resenha crítica, em geral, é elaborada por um cientista que, além do conhecimento sobre o assunto, tem capacidade de juízo crítico. Também pode ser realizada por estudantes; nesse caso, como um exercício de compreensão e crítica. A finalidade de uma resenha é informar o leitor, de maneira objetiva e cortês, sobre o assunto tratado no livro ou artigo, evidenciando a contribuição do autor: novas abordagens, novos conhecimentos, novas teorias. A resenha visa, portanto, a apresentar uma síntese das ideias fundamentais da obra.”

Isto é, aqui você tem liberdade para fazer juízos de valor sobre a obra. Dar a sua opinião sobre a beleza, o enredo, o estilo da obra. 

Suas críticas podem ser positivas ou negativas, desde que tenham fundamento. Você tem de ter capacidade de juízo crítico.

Afinal, você tem dizer o por que de estar bom ou ruim. Tudo tem que ter uma base de argumentação. 

Para isso, você pode utilizar outros autores que trabalharam o mesmo tema.

Você pode ao fim da sua resenha recomendar uma ação para quem está do outro lado da telinha: ler ou não o livro, assistir ou não ao filme, comprar ou não um cd ou música! 

Inclusive, é importante ressaltar que esse tipo textual vem sempre assinado pelo responsável, ok?

Sendo assim, na resenha crítica você pode usar e abusar da subjetividade.

O que fazer antes de escrever uma resenha?

gif-duvida-3

Para escrever uma ótima resenha, você precisa seguir alguns passos antes:

  1. Faça uma leitura minuciosa e reflexão sobre o texto do qual será feito a resenha;
  2. Faça anotações no texto original durante o processo de leitura;
  3. Resuma a obra, de modo que fique claro as ideias principais do autor. Este resumo será a base para a resenha. Se facilitar para você, faça um mapa mental;
  4. Selecione dentre as ideias principais, apontamentos que você aprofundará e colocará em destaque (no caso das resenhas críticas).

Agora você pode escrever a sua resenha! 

Lembre – se que apesar de ter uma liberdade estrutural nesse tipo de texto, você deve manter o seguimento: introdução, desenvolvimento e conclusão.

Assim, ninguém vai ficar boiando no seu texto, ou sem entender o que você quis dizer. 

Tem de manter a coesão e a coerência né galera?

Depois de tudo, revise o texto final da resenha, verificando se, de fato, todas as informações importantes foram resumidas, e se os apontamentos feitos estão de acordo com as suas expectativas.

Conclusão

E, então, conseguiu tirar suas dúvidas sobre resenha, não é mesmo? 

Eu te mostrei os dois tipos de resenha que existem e ainda te falei o que você precisa fazer antes de escrevê-la.

Diz aí, você já vai escrever uma?

Que tal deixar seu texto mais top? Revisar o português da sua resenha é bem importante para deixá-lo com um ar mais profissional.

Por isso, te encorajo a ler nosso post sobre as 5 ferramentas que vão mudar a maneira como você revisa seus textos

Até mais!

Um comentário

Sua vez,comenta aí

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s